quinta-feira, setembro 11, 2008

Ensinando a Viver

Em “Ensinando a Viver” (“Martian Child”, EUA, 2007), David Gordon (John Cusack) é um escritor de ficção científica que ficou viúvo recentemente e resolve adotar Dennis (Bobby Coleman), menino órfão que acredita ser um marciano em missão de exploração na Terra. Ignorando os sábios conselhos de sua irmã Liz (Joan Cusack) sobre os perigos da paternidade, e o receio da diretora do orfanato, Sophie (Sophie Okonedo), David decide ser o pai do estranho garoto que afirma ser um alienígena. Mesmo com o apoio da amiga Harlee (Amanda Peet), por quem David está cada vez mais interessado, o aspirante a pai se vê completamente perdido. Para começar, David corre o risco de perder o prazo de publicação de seu próximo livro, o que está deixando seu já nervoso agente Jeff (Oliver Platt) bastante preocupado. E ainda há o assistente social, Lefkowitz (Richard Schiff), e seu Conselho, que têm sérias dúvidas sobre a capacidade de David de ser pai. Em meio a tudo isso, Dennis apresenta um comportamento bastante esquisito, e continua a insistir que veio do planeta vermelho.

Uma série de acontecimentos inexplicáveis acaba por deixar David em dúvida sobre se a alegação do menino realmente não passa de imaginação. Mas, seja qual for a verdadeira origem desse menino notável, David se apega cada vez mais a ele e descobre o poder transformador do amor paterno. Irmãos na telona e também na vida real John e Joan Cusack já se cruzaram diversas vezes nas películas, em produções diversas.

(Correio do Povo do Paraná)

Nota: Não achei o filme “tudo isso”. Mas é uma opção a mais em meio à enorme falta de opções.[MB]

9 comentários:

Eduardo Souza disse...

Vou conferir esse filme.
Veja também o filme A VIRADA é dos mesmo criadores de DESAFIANDO GIGANTES.
MEU BLOG TEM UMAS DICAS :
www.filmescomprincipios.com

Um Abraço

Michelli disse...

Não quero comentar nenhum filme,queria parabeniza-lo pelo blog,acabei caindo nele por um artigo na net...enfim,legal as dicas de filmes, afinal, entre tanta bobagem as vezes fica dificil saber se 1 filme é bom ou não e tendo 1 indicação isto ajuda!

J. Armando disse...

Gostei bastante do filme!!!

Entra no problema do medo dos filhos abandonados que temos que pensar!!!

Além de ser divertido!

Bom filme!

Késia Mota disse...

Também vi e gostei muito.

taken disse...

achei bem bobo esse filme.. querendo parecer emocional.. forçado.

Jean Martins disse...

Realmente, ótimo filme...

Julio Cesar disse...

O filme é simplesmente maravilhoso, amei!!!!!

Pensar o Ser... disse...

Duas lições aprendi: estar envolvido em conquistar a amizade do filho(adotivo) em detrimento de exercer uma paternidade nao saudavel, é insanidade. 1o pai, depois amigo. a 2 coisa q achei legal foi: criancas sao marcianos, estao aprendendo a ser humano....srsrsrs..releva a importancia da boa estrutura familiar e a importancia da educaçao excelente....bom filme...valeu... Helder Tetemann

Karen Fidelis disse...

Como o filme não é tudo isso??

Esse filme é genial! Lição de vida... e pra mim.. é o melhor que esse ator fez. Pra mim, o único filme bom q ele atuou.. rsrs